segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Sexta-feira havia planejado visitar minha avó mas não consegui, pois ela foi á uma missa. No Sábado antes da internação falei com ela por telefone e minha mãe disse que depois disso ela ficou mais calma. Meu avô só chorava. Ainda bem que não fui, senão seriam dois chorando! Ela precisou colocar um cateter na aorta do rim, para que este possa receber o fluxo sanguíneo em sua totalidade. A cirurgia foi complicada pois ela tem um aneurisma na aorta abdominal e não queriam introduzir o cateter por ela. Então tentaram pela axila, mas ela estava muito agitada (e sedada parcialmente pois temiam o uso da anestesia geral), então tiveram que optar pela virilha. Ao sair do centro cirúrgico ela ficou na UTI em coma induzido. Fiquei muito preocupada. Mas no Domingo fomos visitá-la e ela estava bem (na medida do possível). Doeu-me o coração vê-la tão abatida e cheia de fios e "furos". Os braçinhos estavam cheios de marcas arroxeadas. O mais emocionante foi ver meu avôzinho lindo beijar-lhe a testa e perguntar-lhe: "Como você está se sentindo, querida?" Eles são meus amores! Aqueles que fazem meu coração "cantar" de alegria! Força obaasan! Logo logo vc vai estar conosco em casa!

2 comentários:

Mrs. Sea disse...

O amor, quanto mais duradouro, mais lindo é... Os meus avós maternos também era assim um com o outro!
Dias melhores virão, vais ver!
Bjins

Monique I disse...

Sim, virão! Para todos nós! Obrigada por suas palavras e por estar comigo nesses momentos! És uma querida, que já mora no meu coração! bjuss

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin