segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

"A noite passada sonhei com a paz"

Sempre gostei de história (novidade :P) e o assunto que mais me fascina é a guerra. Principalmente a Segunda Guerra Mundial. Como já disse anteriormente, não gosto da desgraça alheia. Mas é um assunto que gosto e pronto! Eu estava numa sala de espera, folheando uma revista, quando me deparei com um artigo que chamou minha atenção pela data. O artigo era sobre o lançamento do livro "A noite passada eu sonhei com a paz - O diário de Dang Thuy Tram", no dia 18 de Julho de 2005 no Vietnã. A mesma data do meu aniversário... acho que a clínica deveria atualizar suas revistas, não??? 2005??? :) "Devorei" o artigo! Esse livro é o diário da jovem médica Thuy, que virou voluntária em um hospital de campanha vietcongue. Fiquei louca de curiosidade para ler o livro... chega de só ler e ver no cinema a versão dos americanos sobre essa guerra, né? Comprei o livro ontem e já estou na metade das suas 260 páginas.

O livro tem muitas notas no rodapé, o que por vezes torna a leitura massante por causa das longas explanações.


***

É difícil não simpatizar com a Thuy. Uma moça de 25 anos, corajosa, dona de um imenso coração... coração esse que sofre pelo amor de M., outro jovem revolucionário por quem se apaixonara desde os 15 anos e que a deixou para ir para os campos de batalha. Ela relata seus medos, anseios, compaixão pelos seus pacientes e a profunda saudade que sente de sua família e de seu lar.

***

Essa moça me lembra meus anseios adolescentes... meu sonho era me formar em medicina e me juntar à Cruz Vermelha ou ao Médicos Sem Fronteiras. Mas a vida me trouxe pessoas e modificou fatos que me "prenderam" aqui. Mas não me arrependo de nada. Talvez em outra vida, quem sabe? Por enquanto vou saboreando cada frase de Thuy, imaginando cada cena, como se eu mesma estivesse lá....

4 comentários:

Mrs. Sea disse...

Nem parece teu! Gostar de guerras?! :) Hehehe... Surpreendente! Uma menina tão doce a gostar de guerras! lol
Bjins linda

Monique disse...

É o meu "lado negro da Força"... lol
Gosto do que as guerras trazem de bom: o melhor do ser humano. Uma personalidade que admiro muito é o Schindler. Pessoas que enfrentaram muitos perigos para ajudar a quem podiam. Bem que isso poderia florescer em mais pessoas sem a necessidade de guerra, né? Acho que temos muito a aprender com elas...
:)
bjuss

Mrs. Sea disse...

Estás bem?! Há séculos não dás notícias... Tudo bem?!
Bjins

Monique I disse...

Oie! Tou bem sim, na medida do possível... lol
Obrigada por se preocupar! És uma querida!
bjus

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin