segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Exemplos de intolerância....... e estupidez!


Estava eu, na sexta-feira, voltando para casa após um dia cansativo no trabalho. Entrei no costumeiro vagão do metrô e me deparei com uma familia bem humilde, com a mulher grávida, seus quatro filhos e seu marido. Duas estações depois, entrou um grupo de senhoras "crentes". Uma delas lançou um olhar penalizado para a família e começou a dizer palavras de incentivo, dizendo para que eles nunca abandonassem Deus, que tivessem fé e que as suas vidas iriam melhorar. Até ai tudo bem. Achei um ato bonito, apesar de achar tb invasivo.
A familia desceu e as senhoras sentaram-se na minha frente. No banco de trás, uma outra senhora falava sobre as falhas da bíblia, assunto que foi levantado após o discurso dirigido à familia. Começou a falar sobre o apóstolo Paulo. E a mesma senhora que minutos atrás falava de Deus e de fé, surtou.
Começou a berrar; "Não fale de Paulo! Ele é meu amigo! conheço a história dele". Na hora algumas pessoas começaram a rir. A outra Sra., que chamarei de Sra#02, estava calma tentando explicar seu ponto de vista. Mas a Sra.#01 não quis saber. Quis impor sua opinião na base do grito. Por um momento achei que as duas iriam se agredir fisicamente, pois a Sra#02 estava começando a alterar o tom da voz.
Desci antes de toda a confusão acabar, com uma sensação estranha. Fiquei pensativa.
Afinal de contas, a intolerância não foi a causa de todas as guerras?
E daí se acredito em vida após a morte? Não é por isso que vou impor minha opinião, achar que as outras crenças estão erradas, e tentar convencer todo mundo a aceitar o que acredito ser verdade!
Me perguntei qual seria a definição de cristão para aquela Sra...
Para mim o cristão é alguém que acima de tudo, pratica a caridade, respeita e ama o próximo. Pratica a tolerância e a humildade. E infelizmente, não é isso que eu percebo na grande maioria dos religiosos.
Nem mesmo o mais santo dos cristãos é capaz de seguir à risca o que está escrito na Bíblia, principalmente o quinto livro, Deuteronômio – do contrário, homens não fariam a barba, todos que comem carne de porco iriam para o inferno e as mulheres não teriam a importância e a liberdade que possuem hoje.
O respeito, a tolerância e o amor ao próximo, contudo – que são realmente o que interessa nesse livro sagrado –, são coisas dificeis de se seguir. É preciso muita reforma íntima. E parece que são poucos os dispostos a cultivar esses hábitos...

5 comentários:

Paulinho Costa disse...

Nique, nada a declarar, como tem pessoas q se submetem ao rídiculo por fanatismo né? Adorei seu ponto de vista, penso a mesma maneria, e menina, parbéns, seus texto e sua narrativa melhoram a cada dia, to fiando com inveja.... zuera, sou muito orgulhoso por ter vc como parte da família!!!

super kissus
te adoro um montão

Sad Tear disse...

detesto pessoal que não tem tolerancia e querem impor as suas crenças à força toda!

Monique disse...

Paulinho,

é verdade. Infelizmento o fanatismo está muito presente, principalmente no campo religioso. É bem típico de pessoas que tem Deus na lingua, mas não no coração... obrigada pelo elogio ao texto! Tb tenho orgulho em ter vc como parte da familia! e a propósito: tá ficando velhinho, hein? dia 16 tá chegando! lol
bjuss

Monique disse...

Sad Tear,

tb não curto muito essas pessoas... :) Mas, no fundo acabo gostando, pois são um ótimo exercício para nossa paciencia e tolerância... lol
bjuss

Mrs. Sea disse...

No dia a dia conseguimos ver faltas de respeito e intolerância mesmo ao nosso lado, por isso, muitas vezes temos de fazer um esforço para sermos nós os primeiros a ser tolerantes e ter respeito e amor pelo próximo! Não é fácil, mas é um esforço que devemos fazer sempre que possível!
Bjins...

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin